terça-feira, 7 de junho de 2011

Receita da Felicidade...

Alimentando a felicidade!



A pergunta é simples e a resposta também. O que te deixa feliz? Cada uma de nós tem a sua conclusão sobre isso, mas hoje, quero falar sobre uma das coisas que deixa quase todo mundo feliz... comer! Gordos, magros, qualquer um de nós, quando come, se sente mais feliz. Depois de nos alimentarmos, somos tomados por uma sensação reconfortante, e se o doce faz parte do cardápio, ai ai, a felicidade é ainda mais completa, o mundo fica cor-de-rosa, rs.

Já é comprovado, que independente do alimento que ingerimos, o simples ato de comer, nos causa bem-estar, e tudo porque suprimos uma necessidade física do nosso organismo. Mas, existe uma forma de deixar o cardápio ainda mais propício a nos causar alegria, incluindo nele alimentos que potencializam essa reação, que tenham substâncias que aumentam a liberação de serotonina, e não pensem vocês que só o chocolate faz isso.

A nutricionista Lucyanna Kalluf, numa matéria que vi no Uol, cita 10 alimentos que são obrigatórios para um prato e dias mais alegres:

1. Banana: é uma fruta carboidrato, rica em aminoácido triptofano que é precursor da serotonina;

2. Abacate: rico em ácido fólico, vitamina B3 (niacinamida) e potássio, o abacate ainda tem mais proteína que qualquer outra fruta. Possui ferro, magnésio e vitaminas C,E e B6. A niacinamida tem ação específica sobre o sistema nervoso central, colaborando com a manutenção de hormônios que regulam as substâncias químicas do cérebro, e garante efeito relaxante. E ainda, junto com o ácido fólico, atua como enzima de diversos neurotransmissores do bom humor;

3. Mel: o alimento é um carboidrato fonte de triptofano, com ação calmante que induz a uma sensação de bem estar melhorando a função da serotonina no cérebro. O mel tem uma função importante como regenerador da microflora intestinal, quando combinado aos lactobacilos presentes no intestino. Sabe-se que mais de 90% da serotonina é produzida no intestino, portanto o mel ajuda a manter a integridade intestinal colaborando com uma melhor regulação neuro-endócrina, com mais serotonina e mais disposição e sensação de prazer.

4. Nozes: possui vitamina B1, que ajuda a converter glicose em energia, também possui Inositol, substância do complexo B, necessário para o correto funcionamento dos neurotransmissores serotonina e acetilcolina.

5. Tofu: importante fonte de magnésio mineral que atua na regulação do metabolismo cerebral e participa da metabolização de alguns aminoácidos;

6. Ômega 3: os peixes de água fria ( salmão, atum, cavalinha), são fontes ricas em ômega 3 que é um ácido graxo, e a relação entre ele e a felicidade, está no aumento na produção dos receptores de neurotransmissores;

7. Gérmem de trigo: é uma excelente fonte de todo aporte vitamínico do complexo B, atua como calmante natural, diminui a irritabilidade e o nervosismo;

8. Canela: rica em polifenóis e antioxidantes, esta especiaria melhora a atividade da insulina, ajuda a estabilizar os níveis de açúcar no sangue e reduz a compulsão por carboidratos e doces. Assim, colabora para evitar o sobrepeso e o acúmulo de gorduras na região abdominal e mantém a produção de serotonina em equilíbrio;

9. Lentilha: fonte de proteína vegetal e cálcio, regula a flora intestinal, além disso, o equilíbrio de cálcio e magnésio no organismo, atua no metabolismo cerebral e na produção de neurotransmissores como serotonina e dopamina;

10. Chá verde: O chá verde é rico em polifenóis, nutrientes antioxidantes que atacam os radicais livres das células cerebrais, mantendo a sua atividade neuroprotetora, diminuindo a probabilidade de inflamação cerebral e favorecendo sensação de bem-estar.


E ai, vamos mudar a nossa alimentação? Nao precisa muito para isso...
 
fotos: Google