domingo, 15 de janeiro de 2012

Curso de Manicure - Parte 1

Recebi no meu email um super curso de manicure. Vou estar postando a vocês nos próximos dias.

Segue:

UNHAS

NATUREZA QUÍMICA

A unha é composta por:
Nitrogênio
Cistina (a proteína responsável pela dureza das unhas)
Enxofre
Traços de metais
Lipídio (gordura): O colesterol é o principal lipídio, possuindo também efeito plastificante.
O contato com produtos que contenham solventes (detergentes, sabonetes, etc.) ocasionou a perda
de lipídio, resultando em unhas secas e quebradiças.
Água: em concentração entre 7 a 12%, é o principal plastificante. Sua baixa concentração auxilia
também nas durezas das unhas. No extrato córneo da pele, a concentração de água é de 15% a
25%.
O formato da unha e as três partes distintas
As unhas deixam menos sensíveis as extremidades dos dedos, regiões ricas em terminações nervosas.
Sem elas, os nossos dedos poderiam doer ao tocar o teclado de um computador ou exercer qualquer
outra atividade manual.

As unhas apresentam forma quadrilátera, são esbranquiçadas e possuem três partes distintas:

Corpo: é a parte visível da unha, de forma “convexa” e em constante crescimento.

Raiz: é a parte invisível da unha, ou seja, a parte encravada na derme e coberta pela cutícula.

Lúnula ou meia-lua: é a região esbranquiçada em forma de meia-lua, considerada com unha em
crescimento.



As unhas crescem aproximadamente de 3 a 5 mm por mês. O crescimento delas se dá com mais
rapidez no verão de que no inverno. As unhas das mãos desenvolvem-se mais rapidamente que as
dos pés.

MATRIZ
Conhecida como raiz da unha, a matriz compõe-se de células germinativas em constante reprodução
(mitose), o que explica o crescimento da unha. Situa-se abaixo da prega supra-ungueal, sendo
incessantemente irrigada pelos vasos sanguíneos superficiais da derme.

CUTÍCULA
A cutícula é considerada uma produção cutânea (ou epidérmica) que bordeja a unha, indicando a
separação entre a parte visível (corpo) e a parte invisível (raiz). Ajuda a proteger a raiz contra
infecções e lesões. Ela é a proteção da unha, por isso só deve ser retirada com permissão da cliente.

FRACAS
Unhas fortes ou fracas dependem de diversos fatores internos e externos. Finalmente, as unhas fracas
podem ser decorrentes de onicopatias diversas, em que a identificação e o diagnóstico passam
desapercebidos ao leigo. Recomendamos, em casos de suspeita, procurar um dermatologista ou
clínico-geral para um perfeito diagnóstico e solução.

MANCHADAS
As manchas esbranquiçadas que notamos em algumas unhas são devidas a queratinização incompleta
da derme. Segundo alguns especialistas, as manchas (não confundir com a meia-lua) são bolhas de ar
que penetram nas unhas durante sua formação.