terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Da euforia à tristeza - bipolaridade



Mulher é quase sempre tão inconstante né? Em questão de segundos vamos da alegria a tristeza, como se trocassemos de roupa. Caímos no choro por qualquer coisa e de repente sorrimos por outra. Até aí, podemos dizer que são coisas da mente e da emoção feminina. Mas e se você sente todo esse misto de emoções ao mesmo tempo, depressão e euforia ao mesmo tempo, normalidade e muitas vezes mudança de humor tudo junto, isso pode ser um problema que vai além de uma simples TPM, ou mudança repentina de humor. Essa inconstância pode estar ligada a uma doença chamada transtorno bipolar, um problema que atinge grande parte da população.
 
 
O transtorno bipolar é uma doença de transtorno afetivo que provoca alterações de humor, por exemplo:

-depressão: falta de energia e interesse pelas coisas, perda do prazer, pouca motivação, tristeza, pensamento de morte, culpa, lentidão e pouco apetite;

-euforia: muita energia, pensamentos rápidos, insônia, perda de concentração, desinibição e alterações da libido;

-nos dois casos: delírios e alucinações, a pessoa fica sujeita a ter um episódio de euforia e ficar bem, pode ter um atrás do outro, intercalado e muitas vezes os dois ao mesmo tempo, não há uma regra;
 
Preste atenção, porque as principais causas da bipolaridade são o estresse, um dos maiores vilões neste tipo de doença, excesso de trabalho e noites sem dormir, também colaboram para o seu aparecimento. No pós parto também é comum, pois a rotina de vida é quebrada e ocorrem alterações hormonais. Mas o principal fator é sem dúvida alguma a genética. O tratamento é feito com medicamentos como estabilizadores de humor, mas o principal é aprender a relaxar e a lidar com fatores estressantes. Sei que isso é difícil, mas é preciso.
 

Por isso se você se sente mesmo muito inconstante, e está difícil definir seu estado de espírito ou seu humor em um dia, se fica alegre e triste ao mesmo tempo (acreditem isso é possível, sentir-se extremamente feliz e virando o olhar bate uma tristeza profunda). Vale a pena consultar um médico, porque manter-se equilibrada é sempre o melhor para a sua saúde, do corpo e da mente.